Como evitar o acúmulo de ácaros em sua casa?

Eles são minúsculos, invisíveis a olho nu, mas causam um transtorno gigante dentro do nosso lar. Estamos falando dos temidos ácaros, seres microscópicos que se abrigam nos colchões, sofás, tapetes e cortinas de nossa casa.

No post de hoje, vamos entender melhor como ocorre o acúmulo de ácaros no ambiente doméstico e aprender o que podemos fazer para combater esse problema. Acompanhe!

O que são os ácaros e onde eles vivem?

Os ácaros são seres microscópicos que fazem parte da família das aranhas. Há um número enorme de espécies desses bichinhos que, em sua maioria, vivem como parasitas em plantas ou em animais. A espécie que mais preocupa é a que vive no ambiente doméstico.

Esses ácaros costumam se alojar em ambientes quentes, úmidos e escuros, ou seja, em locais pouco arejados.

É nesse tipo de lugar que eles conseguem se alimentar e reproduzir. Em função dessa característica, no inverno — em que o sol aparece com mais timidez e mantemos a casa fechada por causa do frio — o acúmulo de ácaros costuma ser bem maior.

No ambiente doméstico, os principais focos de acúmulo de ácaros são os sofás, cadeiras e poltronas com estofamento, colchão, travesseiros, edredomtapetes, brinquedos de pelúcia, armários com roupas de cama etc.

Eles se alimentam das escamas da nossa pele, sem a gente sentir. Porém, mesmo que a gente não perceba, a presença dos ácaros pode ocasionar problemas graves para a nossa família, como alguns tipos de doenças respiratórias.

Qual é a relação do acúmulo de ácaros com as doenças respiratórias?

Há uma relação direta entre a presença de ácaros no ambiente doméstico e alguns quadros de alergias e doenças respiratórias.

Os ácaros, por se alimentarem de material orgânico — nossas células mortas — costumam ficar bem próximos de nossa pele ou vias respiratórias.

Em função disso, é comum o acúmulo de ácaros em colchões e travesseiros causar coceiras e até mesmo irritação na pele, como dermatite.

Ácaros em cortinas, tapetes e brinquedos pode provocar rinite e crises de espirros. Para as pessoas mais sensíveis e já com alguma predisposição, esses bichinhos podem ocasionar quadros mais graves de adoecimento, como asma e bronquite.

Dicas para evitar o acúmulo de ácaros em casa

Não tem muito mistério: o segredo para diminuir o acúmulo de ácaros é a higienização. Somente a limpeza diária consegue reduzir a quantidade de ácaros e impedir o surgimento de alergias e demais doenças.

Listamos para você algumas dicas muito úteis para colocar em prática. Elas vão facilitar a sua vida. Acredite!

Abra as janelas da casa

A luz solar e a ventilação vão deixar o ambiente mais arejado e fresco. Isso dificulta a reprodução dos ácaros.

Troque e lave as roupas de cama semanalmente

E de vez em quando, lave a roupa de cama com água quente. Outra dica aqui é optar por lençóis e fronhas de algodão.

Higienize periodicamente os estofados, colchões e travesseiros

A lavagem a seco é a mais indicada para esse tipo de material. E lembre-se de trocar os travesseiros a cada 2 anos.

Use aspirador de pó

Tapetes, cortinas, almofadas e brinquedos de pelúcia devem ser sempre aspirados semanalmente. Na limpeza geral da casa, também dê preferência ao aspirador, pois ele suga a poeira sem espalhá-la pela casa.

Não faça refeições no sofá ou na cama

Restos de comida na cama e nos estofados e tapetes servem de alimento para os ácaros se alimentarem e multiplicarem. Evite que isso ocorra!

Diminuir o acúmulo dos ácaros melhora a qualidade de vida

De fato, é impossível eliminar 100% dos ácaros de nossa casa. Entretanto, seguindo as dicas acima é possível diminuir muito o acúmulo de ácaros e o risco de desencadear alergias e demais doenças respiratórias.

Manter a higienização vai trazer benefícios e melhorar muito a qualidade de vida e bem-estar de toda família.

O que achou do post de hoje? Compartilhe em suas redes sociais para que outras pessoas aprendam a combater o acúmulo de ácaros em suas casas.

Sua opinião é muito importante!

Comentários