Pisos para área interna: saiba quais são os 4 mais indicados!

Chegou uma das etapas finais da construção, e junto uma grande dúvida: quais pisos para área interna escolher? São inúmeros modelos, materiais e texturas diferentes. Nesse momento, são necessárias muita atenção e pesquisa, pois além de interferir na decoração, o piso afeta o conforto térmico e acústico, além da limpeza.

Cada cômodo da residência tem suas especificidades, e por isso precisa de um piso apropriado. Por exemplo, nem sempre o revestimento adequado para a sala também será apropriado para a cozinha.

Para garantir que você faça a melhor escolha, listamos os 4 tipos de piso mais indicados para a área interna. Conheça um pouco mais sobre eles e evite prejuízos e dores de cabeça!

1. Cerâmica

Devido ao baixo custo, é o modelo mais escolhido pelos consumidores. Ele é caracterizado como piso frio e é encontrado em grande variedade, o que torna possível você encontrar um que seja exatamente do seu gosto. A cerâmica é disponibilizada lisa, com textura e imitando outros materiais, como madeira e pedra.

Outra grande vantagem é a facilidade de limpeza e o fato de não manchar facilmente. Para selecionar o tipo mais adequado para o ambiente, basta verificar o PEI (resistência a abrasão), considerando que 0 é o menos e 5 é o mais resistente.

2. Laminado

Essa é a opção ideal para quem gosta de madeira, mas deseja praticidade e economia. O piso laminado é uma placa com sistema de encaixe, o que torna o processo de instalação fácil e rápido. É revestida de fórmica que imita madeira, porém é mais resistente e não risca com facilidade.

A desvantagem é a mesma da madeira maciça: ao entrar em contato com umidade, o produto é danificado. É preciso tomar alguns cuidados no momento da limpeza e usar no máximo um pano umedecido. Por isso, o ideal é que esse piso seja instalado apenas em ambientes como salas e quartos.

3. Madeira

Considerada a opção mais aconchegante e sofisticada, a madeira se destaca pela durabilidade e rusticidade. Ela é encontrada na forma de assoalhos (tábuas corridas), tacos (pequenas peças) e parques (blocos geométricos). No momento da compra, é preciso ter atenção para escolher a madeira, já que algumas são mais moles e deformam com mais facilidade.

Entre as opções de pisos para área interna, esta é a que tem instalação mais trabalhosa, maior custo, e que exige mais cuidados durante a manutenção, por ser sensível ao sol, umidade e riscos.

4. Porcelanato

Atualmente considerado o revestimento favorito dos consumidores, o porcelanato é bastante resistente. Para interiores, é encontrado em três versões: polido, com acabamento brilhante fácil de limpar e acetinado; e com menos brilho, indicado para áreas molhadas.

Suas maiores vantagens são a durabilidade, a variedade de modelos, com diversas cores e texturas, e a fácil manutenção. O porcelanato tem como propriedade a alta resistência à abrasão e o alto grau de impermeabilidade, por conta da porosidade quase nula. Ele é encontrado no mercado em placas de diversos tamanhos e formatos.

Já sabe qual é a melhor opção de piso para área interna da sua casa? Lembre-se que para fazer a escolha ideal, você deve considerar as particularidades de cada ambiente. Analise se a área recebe umidade, qual é a incidência de sol, e se a manutenção do piso se encaixa com a rotina da família.

Agora que você já consegue ir para a loja de materiais de construção sem medo, que tal curtir nossa página no Facebook? Corre lá e até a próxima!

Sua opinião é muito importante!

Comentários