Você sabe como tirar mancha de gordura da parede da cozinha?

Já reparou como as manchas de gordura nas paredes da cozinha são comuns? Ainda que se tenha muito cuidado na hora de cozinhar, respingos e partículas de gordura, mais cedo ou mais tarde, se acumulam tanto no fogão como nas paredes.

E não tem mesmo como fugir, porque quando cozinhamos ou fritamos alimentos, o óleo usado se transforma em vapor e se espalha pelo ar, aderindo às superfícies do ambiente. Aí nenhum cantinho sai ileso, desde os armários, passando pelas bancadas até chegar, claro, às paredes.

Diante desse probleminha, há apenas 2 providências a tomar: investir na prevenção para minimizar o trabalho pesado e, de tempos em tempos, caprichar na limpeza para remover o que escapou a seus cuidados!

Quer aprender como tirar a gordura da parede? Confira a seguir algumas dicas não só sobre como evitar, mas também sobre como remover as manchas de gordura das paredes da cozinha! Pronto para se livrar desse incômodo de uma vez por todas? Então vamos lá!

Para limpar os vestígios de gordura

Lave e seque as paredes

Em paredes pintadas com tinta lavável ou revestidas com cerâmicas, pastilhas ou azulejos, comece a limpeza lavando as superfícies. Se a sujeira não for muito intensa, lave com água morna e detergente ou desengordurante, sempre com o auxílio de uma esponja macia. Umedeça a esponja na solução e passe na mancha de gordura, fazendo movimentos circulares suaves. Depois, pegue um pano limpo, molhe-o exclusivamente na água e remova todos os resíduos de sabão. Para finalizar, seque bem.

Use limpadores mais cremosos e densos

Quando você vê manchinhas de gordura nas portas dos armários e nas paredes até arrepia? Calma! De fato, esse tipo de sujeira em superfícies verticais é potencialmente mais difícil de tirar. Mas há sim solução! Para limpar os armários, independentemente de o material ser MDF, fórmica ou laca, aposte em limpadores mais densos e cremosos. Esses produtos aderem bem e agem profundamente sobre as manchas, facilitando bastante a remoção.

Caso haja detalhes em vidro ou espelho nas portas, aposte em produtos específicos, os famosos limpa-vidros. Apesar de mais fluidos, eles são desenvolvidos justamente para remover a sujeira desse tipo de superfície.

Invista em produtos com ação desengordurante

Além de removerem a gordura das paredes, os desengordurantes de qualidade previnem a formação de novas manchas na sua cozinha. Isso porque a tecnologia de nanopartículas impede a aderência de gordura nas superfícies e aumenta a proteção do revestimento, facilitando assim a higienização do dia a dia. Vale destacar que a grande vantagem dos desengordurantes é a praticidade, pois são fáceis de usar e proporcionam uma limpeza rápida, profunda e eficaz.

Aposte no cloro ativo para limpezas mais pesadas

Paredes altamente engorduradas não só podem como devem ser limpas com cloro ativo. O ideal é, portanto, usar limpadores com essa substância em sua composição. Esse agente atua nas moléculas de gordura, eliminando manchas, clareando a superfície e removendo a sujeira incrustada com muito mais eficiência e menos esforço. Não somente nas cozinhas, como também em áreas gourmet, com chapa e churrasqueira, o cloro ativo é bem-vindo para manter o espaço livre do excesso de gordura.

Evite os produtos considerados abrasivos

Por maior que seja a mancha, nada de usar esponja de aço, buchas ásperas demais, ácidos e outros produtos abrasivos, combinado? É melhor optar por esponjas e panos macios para limpar as paredes engorduradas e garantir a integridade das paredes, dos revestimentos e móveis. Para evitar danos na superfície, teste o produto em uma pequena área antes de fazer a aplicação completa e redobre os cuidados se a parede for pintada, envernizada ou resinada.

Adapte a limpeza de acordo com o tipo de parede

Se a parede for lavável, você pode usar água e detergente antes de aplicar os poderosos desengordurantes. Caso a parede seja branca, cloro e água sanitária podem ser usados. Já as paredes coloridas pedem produtos neutros e suaves. Para superfícies pintadas com tinta acetinada ou brilhante, a lavagem básica é indicada. Nas paredes com efeito fosco, é preciso limpar com mais vigor. Só tome cuidado para não descascar a tinta ou acabar criando áreas mais claras!

Por fim, caso tenha papel de parede, ainda que lavável e impermeável, é bom evitar produtos agressivos demais. Nesse caso, prefira os limpadores suaves. Já os adesivos vinílicos podem ser limpos tranquilamente com produtos de limpeza, incluindo detergentes e desengordurantes.

Lembre-se dos eletrodomésticos

Quem disse que a gordura gruda apenas nas paredes e nos armários? Nada disso! A gordura não perdoa fogão, geladeira ou mesmo eletrodomésticos menores, como micro-ondas e liquidificador. Infelizmente, tudo o que compõe a cozinha está exposto à ação das partículas de gordura. Sendo assim, além de limpar as paredes, que tal caprichar na limpeza desses aparelhos? Existem linhas completas de produtos para a limpeza de cozinhas, com limpadores específicos para inox e outras superfícies.

imagem mao limpando uma mesa

Para prevenir o acúmulo de gordura na cozinha

Ligue e higienize a coifa

A coifa é um equipamento que pode minimizar não apenas os odores e a fumaça normalmente produzidos na cozinha, mas também o acúmulo da gordura quando fritamos algum alimento ou cozinhamos com óleo. No entanto, para que a coifa funcione em sua máxima eficácia, é preciso se lembrar de ligá-la sempre e, ainda, cuidar da sua manutenção para que o aparelho não perca qualidade de funcionamento.

Para as coifas que usam telas de filtro descartáveis, é preciso conferir sua validade e verificá-las de vez em quando, a fim de checar se já precisam ser trocadas. No caso das coifas com filtro de metal, a limpeza deve ser feita usando uma escovinha com desengordurante sem cloro ou produtos de uso específico para materiais de inox. Vale lembrar também que a frequência da limpeza e da troca de filtros vai depender do uso que você faz da cozinha. E a parte externa do aparelho pode ser higienizada com mais frequência, ok?

Procure manter a cozinha bem arejada

Além de ligar a coifa e verificar regularmente as condições de limpeza dos filtros, para evitar que a gordura transformada em vapor grude nas paredes e nos armários, também é importante arejar a cozinha para que a casa fique sempre cheirosa e agradável. Toda vez que estiver preparando algum alimento, ainda que não haja fritura envolvida, abra as janelas da casa e deixe o ar circular. Assim, você previne o acúmulo de fumaça e óleo, além de evitar que o cheirinho de comida se espalhe para os outros cômodos.

E se você até treme de medo de sentir cheiro de gordura impregnado em suas roupas, lembre-se ainda de abrir as cortinas e adiar a fritura quando houver roupas secando no varal. Para quem mora em um imóvel que tem algum tipo de área externa, outra opção é deixar o preparo dos pratos que levam óleo para ser finalizado lá fora, com a brisa e o ambiente aberto contribuindo para a dispersão total do vapor da gordura. Tem uma varandinha dando sopa por aí?

Inclua mais receitas assadas no menu da casa

Já pensou em prevenir as manchinhas mudando um pouco a dieta? Mas não se preocupe, porque você não precisa fugir da fritura para sempre! Que tal apenas priorizar as receitas que vão ser preparadas no forno em vez de usar a frigideira? Pode acreditar: só esse cuidado já vai garantir muito menos bagunça! Afinal, limpar o interior do forno é muito mais fácil que dar uma geral no fogão, nos armários, na bancada, na pia e em toda a parede, não concorda?

Isso sem contar que, de quebra, você ainda fica mais saudável! Afinal, legumes, peixes, frango e até carnes podem ser assados com receitas pra lá de saborosas, leves e quase sem sujeira!

Previna os respingos de molho e óleo

Outra maneira de evitar que a gordura se espalhe pelo ambiente e manche as paredes da cozinha é prevenir os respingos de molho e óleo enquanto você prepara as refeições. Para tanto, sempre que possível, cozinhe em fogo baixo e mantenha as panelas tampadas durante o cozimento. No caso de frituras por imersão em óleo muito quente, em que os respingos são inevitáveis, uma forma de driblar o problema é fazer a limpeza do fogão, das paredes e do piso imediatamente após o término da fritura.

Considere revestir sua cozinha com azulejos

Finalmente, se for possível, por que não fazer uma reforma simples na cozinha, trocando o revestimento das paredes por azulejos de limpeza mais fácil, que evitam as temidas manchinhas de gordura? Essa é sim uma forma de prevenção um pouquinho radical, mas considerando que seus efeitos são de longa duração, tende a valer o investimento, não acha? Entre outras vantagens, os azulejos são acessíveis, duráveis, fáceis de instalar, práticos de limpar e ainda previnem o acúmulo de gordura.

Como se não bastasse, esse tipo de revestimento pode agregar valor estético à decoração da sua cozinha, pois estão disponíveis em modelos, cores, padrões, texturas e materiais bem interessantes. Aqui entram as cerâmicas, a ardósia, a porcelana, o vinil e diversas outras possibilidades. Já tem uma opção preferida?

E aí, gostou das nossas dicas de como tirar a gordura da parede da cozinha? Que outras estratégias você usa para fazer essa limpeza e prevenir o excesso de óleo nas superfícies? Compartilhe suas opiniões e experiências conosco! E aproveite para conhecer nossos limpadores com cloro ativoprodutos multiusolimpeza pesada e desengordurantes!

Sua opinião é muito importante!

Comentários