6 truques de iluminação para ampliar o espaço sem derrubar paredes

Com os imóveis se tornando cada vez mais compactos, as pessoas começaram a investir em pequenas reformas, apostando em ambientes integrados a fim de criar uma sensação de amplitude. Mas por mais que seja uma das soluções mais comuns, reformar nem sempre é uma boa ideia, não concorda? Afinal, gera gastos excessivos e demanda tempo, além de envolver quebradeira, barulho e entulho.

Aí é que surge aquela pergunta que não quer calar: se a reforma não é a melhor pedida, o que fazer então para ampliar visualmente os espaços sem derrubar paredes? É simples: acerte na iluminação do ambiente! Confira a seguir 6 truques de iluminação para deixar sua casa ou seu apartamento maior, sem ter que fazer intervenções drásticas ou grandes investimentos!

Comece por um bom planejamento

Em qualquer projeto de decoração, mas especialmente quando o imóvel é pequeno, é importantíssimo que todos os detalhes sejam bem planejados. E isso inclui, claro, a iluminação. Avalie a incidência de luz natural no espaço, descubra quais partes da casa merecem atenção especial e defina previamente que tipo de iluminação vai usar em cada cômodo. Será direta ou indireta, branca ou amarelada? Inclui lustres, paflons, arandelas, abajures, luminárias ou pendentes? É o momento de ponderar.

Invista em uma iluminação clara

Você já deve saber que cores claras nas paredes, nos pisos e móveis fazem os ambientes parecerem maiores do que realmente são, certo? Por isso o branco é tão usado em imóveis pequenos! E a regra também vale para a iluminação. Assim, quanto mais clara ela é, mais resultados traz no sentido de ampliar os espaços. Com isso em mente, sempre que for possível, opte pela luz branca, que aumenta o estado de alerta e ainda dá a impressão de que a casa ou o apartamento tem mais metros quadrados. A luz amarela, por sua vez, por mais que deixe o espaço mais aconchegante, acaba diminuindo visualmente suas proporções.

Dê preferência a lâmpadas discretas

Mais importante que a aparência da lâmpada é o efeito causado pela luz. Claro que, em determinados ambientes, um lustre, pendente ou uma luminária são mais que bem-vindos para dar um toque a mais na decoração. Mas o ideal mesmo é que esses elementos sejam pontuais na décor, caso contrário, o efeito será exagerado. Por isso, dê preferência a focos de luz embutidos, lâmpadas discretas, pequenas luminárias no chão e abajures sem muito volume. As arandelas também são grandes aliadas da ampliação de espaços, já que rebatem a luz no teto, fazendo o cômodo parecer maior.

Garanta luz abundante

Apesar da discrição das lâmpadas, a iluminação em si deve ser abundante. Os espaços devem ter bastante luz, com iluminação (central e periférica) adequada. Só tome cuidado para a luz não ficar forte demais, a ponto de causar incômodos visuais nos moradores e nas visitas. Acima de tudo, o ambiente precisa ser agradável.

Crie linhas horizontais com a iluminação

Outro recurso interessante para aumentar o imóvel sem precisar quebrar paredes é criando linhas horizontais por meio da própria iluminação. Para tanto, use fitas de LED aplicadas em móveis e sancas, além de iluminação complementar embutida em espelhos. Quanto mais marcadas com luz forem as linhas horizontais, maior será a sensação de amplitude proporcionada.

Use bem a iluminação indireta

A luz não precisa ser indireta em todos os ambientes da casa, mas é recomendável usar esse recurso pelo menos na sala de estar. A iluminação indireta cria o efeito de um pé-direito mais alto do que é na realidade, principalmente quando as sancas escondem uma iluminação embutida, alterando a percepção do espaço.

Gostou deste post e quer conferir mais dicas de decoração para aumentar ambientes? Então clique aqui e aprenda a decorar salas pequenas!

 

Sua opinião é muito importante!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.