12 passos para organizar o guarda-roupa rapidamente

Arrumar guarda-roupa pequeno costuma ser um problema? Você demora tanto nessa tarefa que sente até calafrio quando sabe que esse (nada esperado) dia está para chegar? Pois, esse pesadelo acaba hoje! Afinal, quem disse que colocar a organização em dia precisa tomar esse tempo todo e ser tão sofrido?

Com o dia a dia corrido, cheio de tarefas e compromissos, temos que nos dividir entre organização da casa e responsabilidades do trabalho, ainda deixando um espacinho na agenda para nos cuidar e relaxar com os amigos e a família. Em meio a tudo isso, não faz sentido demorar demais fazendo algo que pode ser resolvido rapidinho, não acha?

Se você tem essa dificuldade, pare o que está fazendo por alguns minutos e confira já os 12 passos que preparamos para agilizar a organização do guarda-roupa. Vamos lá?

1. Tire tudo para organizar do zero

Não tem jeito: pelo menos na primeira vez, você vai ter que colocar tudo para fora e começar a arrumação do zero. Pode ser trabalhoso, mas acredite: vai ajudar (e muito) nas vezes seguintes. Então, antes de mais nada, coloque tudo em cima da cama e dê aquela geral no móvel, limpando-o com um produto que não estrague o material nem manche suas roupas.

2. Separe as roupas por tipo

Sabe a bagunça que ficou na cama? Ela dá início ao processo de organização. Agora é hora de separar tudo o que precisa ficar no guarda-roupa, de acordo com o tipo. Agrupe os itens para depois escolher onde cada categoria vai ficar. Assim, quando for usá-los no dia a dia, você saberá onde encontrar cada um sem ter que revirar tudo. Deixe separados:

  • acessórios: bolsa com bolsa, lenço com lenço, chapéu com chapéu e por aí vai;
  • roupas: calça com calça, blusa com blusa, saia com saia e assim por diante;
  • peças íntimas: incluindo roupas de banho;
  • produtos de higiene pessoal: aqueles que você não quer levar para o banheiro.

3. Escolha um lugar para cada categoria

Tudo separado? Então, olhe para seu guarda-roupa vazio e escolha um lugar para cada categoria. Sabe aquelas peças que dão mais trabalho para dobrar? Isso mesmo: principalmente macacões, vestidos e blazers. Pois, o lugar delas é nos cabides. Assim, não fazem volume, não amassam ou desorganizam as gavetas toda vez que você precisar mexer. Aproveite a parte de cabides para deixá-las fáceis de usar.

Não esqueça das gavetas para as peças íntimas. Existem diversos separadores no mercado que cabem direitinho nesses espaços, já viu? Com eles, tudo fica arrumadinho. Reserve um espaço maior para sutiãs e outro para biquínis, por exemplo. Dependendo do espaço disponível, outros produtos de uso íntimo também podem ficar aí.

4. Pense na praticidade do dia a dia

Na hora de escolher o que vai ficar mais à mão, não tenha dúvida: foque naquilo que você usa mais. Uniformes de trabalho e outros itens que são de uso diário precisam estar mais fáceis de alcançar. Já pensou se você vai pegar aquele pijaminha preferido e tem que alcançá-lo lá no fundo da última gaveta?

Siga a mesma linha de raciocínio com os acessórios. Você costuma deixar perfumes, desodorantes e cremes nas prateleiras? Então, coloque à frente tudo o que você usa com mais frequência, ficando no fundo o que usa só de vez em quando. Assim, você só vai ter que remexer tudo (e depois arrumar novamente) quando precisar especificamente desses itens.

5. Dobre tudo do jeito certo

Pense agora nas roupas que vão para as gavetas: não as dobre de qualquer jeito! Isso só vai bagunçar o espaço, deixar as peças totalmente amassadas e dar mais trabalho na próxima arrumação. Com um minutinho só a mais, você já consegue colocá-las dobradas do jeito certo, do mesmo tamanho e de forma padronizada. Você vai ver que o volume fica menor e elas se acomodam direitinho, cada uma em seu lugar.

Por outro lado, dobrando de forma descuidada, cada vez que você abrir a gaveta, vai ver suas camisas, bermudas e outras peças rolarem umas por cima das outras. Aí lá vem outra trabalheira para arrumar de novo. Fazendo certo uma única vez, a manutenção é bem mais fácil.

6. Use caixas organizadoras

Por fim, lance mão de caixas organizadoras para acomodar os itens pequenos. Você pode aproveitar caixinhas de presente, latas de biscoito e demais embalagens para esse fim. Contudo, se for comprar, existem no mercado caixas de tecido e de fibra sintética que deixa o local mais lindo.

Um recipiente vai guardar as bijuterias, outro vai reunir as maquiagens e assim por diante. Dá para organizar lenços, gravatas, echarpes e até toalhas e lençóis. Dessa forma, você não deixa um monte de pequenos itens soltos, bagunçando tudo e ainda correndo o risco de sumir.

Cestos também são ótimos para otimizar os espaços dentro de guarda-roupas pequenos. Quando você reúne alguns itens em um mesmo compartilhamento, consegue liberar mais espaço no armário e, ainda, deixa um aspecto mais harmônico e limpo.

7. Separe as peças por estação

Uma boa maneira de organizar as peças dentro do guarda-roupa é separando-as por estação do ano. As de inverno podem ficar mais atrás, visto que a estação não é muito intensa e longa no Brasil. Já as roupas e acessórios de verão e meia-estação devem ficar em um local mais estratégico e acessível.

8. Organize as gavetas de forma estratégica

Para garantir mais espaço no guarda-roupa, é essencial organizar as gavetas de maneira estratégica. Um dos principais truques é deixar as roupas íntimas arrumadas e fáceis de serem encontradas. Por isso, separá-las com ajuda de organizadores de gavetas é a melhor alternativa.

Eles podem ser feitos de tecido e criam pequenos compartilhamentos para que você encaixe peça por peça, facilitando na hora de escolher. Também, podem ser organizados nesses compartilhamentos meias, cuecas, biquínis e roupas de banho. As gavetas também devem ser usadas para guardar roupas pequenas para melhor acomodação e visualização das peças.

9. Guarde roupas dobradas

Outra dica importante para uma melhor organização é organizar as roupas dobradas e empilhá-las umas sobre as outras, respeitando o tamanho de cada peça. Dessa forma, as maiores devem ficar sempre por baixo das menores. Assim, você consegue fazer com que cada prateleira do armário seja ocupada de forma organizada, facilitando a escolha das peças no dia a dia.

10. Abuse de cabides

Os cabides são ótimos acessórios para liberar espaço nas prateleiras e nas gavetas. Por isso, ocupe as hastes da maior parte com as peças de roupas mais pesadas, como jeans, casacos, ternos e camisas. Já a parte menor pode ser reservada para colocar gravatas, cachecóis, cintos e bolsas.

11. Disponha os sapatos de forma adequada

Para manter a organização em um guarda-roupa é fundamental que os sapatos estejam bem organizados. Caixas de acrílico transparentes podem ajudar (e muito) a manter essas peças arrumadas, além de serem fáceis para a identificação dos pares. Se tiver espaço, cabides também podem ser usados para organizar sapatos em armários. No mercado, você também encontra sacos especiais para armazenar os sapatos e que ocupam ainda menos espaço que as caixas.

12. Pratique o desapego

Uma das principais dicas na hora de arrumar guarda-roupa pequeno é praticar o desapego. Ter mais itens do que cabe no armário gera bagunça e desorganização. Por isso, é preciso fazer uma boa triagem, separar o que ainda é útil e aquelas peças e objetos que já não se usa mais. Roupas que não servem mais ou até mesmo rasgadas devem ser separadas. O que estiver em bom estado e em condições de uso doe para instituições de caridade ou moradores de rua, o restante jogue fora sem dó.

Se quer ficar de olho em mais dicas como essas, curta nossa página no Facebook para acompanhar as próximas publicações!

Sua opinião é muito importante!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.