7 dicas essenciais para limpeza e organização do armário

A organização do armário pode facilitar muito o seu dia a dia, além de poupar tempo e garantir conforto e bem-estar.

Mais do que isso, sabemos que organização e limpeza caminham lado a lado, ficando muito mais fácil manter limpo um ambiente organizado e vice-versa.

E quando se trata de limpeza, estamos falando principalmente de saúde. Isso mesmo, o mofo e o excesso de poeira de roupas guardadas podem desencadear alergias respiratórias, dentre outros problemas.

Sabendo da importância de manter o armário limpo e organizado, reunimos aqui 7 dicas para você conseguir fazer isso com eficiência e sem dificuldades. Confira!

1. Use bons produtos de limpeza

Antes de mais nada, para ter um armário bem organizado, é fundamental mantê-lo limpo, certo? Além disso, uma boa limpeza no guarda-roupas, pelo menos uma vez por mês, é essencial para a sua saúde, já que permite manter suas roupas livres de mofo, mau cheiro e poeira.

Comece limpando o armário por fora, remova o pó da superfície com um pano umedecido em UAU Multiuso. Após remover o grosso da sujeira, passe um pano seco para finalizar. Retire tudo das prateleiras e gavetas e repita a operação, agora no interior do armário.

Algumas peças também requerem um cuidado especial, como bolsas e jaquetas de couro. A linha UAU Especialidades conta com o UAU Limpa Couros que age sobre manchas e sujeiras sem precisar enxaguar.

2. Aposte em técnicas de organização

Quando se trata daquela reorganização geral, um ótimo caminho é apostar em técnicas que otimizem a arrumação. Uma boa opção é usar três cestos para a separação das peças — um para doação, outro para jogar fora e um último para guardar. Outra opção é separar o que você tem certeza que quer desapegar e o que tem certeza que quer ficar, usando uma terceira caixa para aquelas peças em que está na dúvida.

Por fim, na hora de arrumar tudo dentro do guarda-roupas, você também pode usar algumas técnicas, como organização por cores, por cumprimento (no caso das roupas penduradas), por ocasião de uso (roupa para trabalho, lazer etc) ou por estação, por exemplo.

Cuidar dos detalhes também faz toda a diferença. Padronize os cabides, proteja peças mais delicadas com capas, limpe bem os sapatos e mantenha-os em local separado etc.

3. Conte com caixas e organizadores

Outra dica interessante é usar e abusar das ferramentas como cestos, caixas e organizadores. A ideia é aumentar ao máximo o aproveitamento dos espaços dentro do armário. Ganchos podem ser úteis para pendurar cachecóis, colares e chapéus. Cestos e caixas são ideais para guardar toalhas, roupas de cama e casacos.

Você também pode usar a criatividade e reaproveitar objetos sem uso como organizadores. Exemplos são velhas embalagens, caixas de jóias e saquinhos de pano. Além disso, cestos de vime ou tecido e caixas bonitas dão um charme a mais ao guarda-roupas.

Enfim, é bom aproveitar tudo o que possa facilitar a manutenção por mais tempo, colaborando para um quarto organizado. Afinal, você não quer sair para o trabalho deixando o quarto um caos só para conseguir achar aquela peça que tanto quer usar, não é mesmo?

4. Dê atenção especial às gavetas

Gavetas são um ótimo exemplo de espaço que pode ser muito bem aproveitado com divisores e pequenos cestos. As gavetas são úteis para guardar peças pequenas como roupas íntimas, de banho, meias, lenços e outros acessórios.

Para manter as gavetas organizadas, é fundamental dobrar as peças, mesmo as lingeries e meias. Outra dica é enrolar em vez de dobrar.

5. Desapegue daquilo que não usa mais

Não tem jeito, para manter um armário arrumado não se pode acumular pertences. O ideal é fazer uma sessão de desapego ao menos uma vez por ano. Utilize os três cestos já mencionados para começar a organização.

Seja prática, mesmo que você encontre aquela peça linda no fundo do armário, se você já nem se lembrava dela, possivelmente não a usará mais. Portanto, desapegue! Nessa hora, também é importante conter a nostalgia e separar o que realmente tem utilidade daquilo que tem valor emocional. Se não cabe, ou não faz mais sentido para você usar uma peça, não hesite em doá-la. Inclusive, se marcou uma ocasião especial, aposto que você já tem fotos de lembrança.

6. Separe as roupas pelo uso

Por falar em roupas pouco usadas, uma boa dica é separar suas peças por uso. Guarde em caixas nas prateleiras no alto peças que você usa com menos frequência, como casacos mais pesados, sapatos de festa, ternos etc. Use etiquetas identificadoras para não se esquecer do que está guardado ali.

Aliás, outra opção é trocar de lugar as roupas de acordo com a estação. Para evitar o cheiro de guardado das peças que ficam fora de uso por um bom tempo, use caixas plásticas com pequenas aberturas para a circulação de ar e sacos plásticos space-bag.

Da mesma forma, o que mais usa, como as roupas de trabalho ou para a academia, devem ficar na frente, em locais de fácil acesso. No guarda-roupas das crianças, por exemplo, coloque as roupas do dia a dia nas gavetas ou prateleiras mais baixas, de forma que elas mesmo possam alcançar.

7. Perfume com sachês aromatizantes

Por fim, quem não gosta de uma roupa cheirosa, não é mesmo? Além de usar o Amaciante Concentrado UAU — com perfumes exclusivos — na hora de lavar roupas você pode colocar sachês ou mini sabonetes nas caixas e gavetas dentro do armário. Especialmente nessas partes fechadas, as roupas tendem a pegar mais cheiro.

Com todas essas dicas, temos certeza que será mais fácil realizar a organização do armário, mas a manutenção diária é essencial. Por isso, ao definir o lugar de cada item, pense se será fácil manter essa arrumação no dia a dia. E não se esqueça: tirou do lugar, guarde; mexeu, reorganize, sempre.

Agora que você já aprendeu a organizar seu guarda-roupas, que tal assinar a nossa newsletter e receber outras dicas de limpeza, decoração e arrumação da casa em seu e-mail?

Powered by Rock Convert

Sua opinião é muito importante!

Comentários