Descubra como cuidar da higiene ambiental por meio de hábitos diários

Ao vivermos em sociedade, estamos expostos a diversos agentes patológicos que se disseminam por meio do contágio de pessoa para pessoa. Existem várias maneiras de nos prevenirmos dessas doenças, mas talvez a mais eficaz delas seja a prática contínua e constante de higiene ambiental.

Se você não tem familiaridade com o tema, neste post nós explicaremos o conceito de higiene ambiental e a sua importância em uma sociedade, além de mostrar como aplicá-la no dia a dia.

Continue a leitura!

O que é higiene ambiental, afinal de contas?

O conceito de higiene ambiental está relacionado a técnicas de preservação sanitária e de higienização do ambiente no qual a pessoa está inserida, impedindo que agentes patológicos se proliferem.

Assim, a higiene ambiental corresponde ao cuidado de cada um de nós em relação aos fatores biológicos, físicos e químicos, tanto dentro quanto fora de nossas casas, que podem ser prejudiciais e causar doenças à nossa comunidade;

Por que é importante manter hábitos de higiene ambiental fora de nossas casas?

Muitas pessoas acreditam que varrer ruas, recolher fezes de animais, separar o lixo e retirar focos de água parada são tarefas apenas de responsabilidade dos órgãos públicos. No entanto, nós, como cidadãos pertencentes a uma comunidade, também temos a nossa parcela de responsabilidade, já que com pequenas atitudes podemos evitar que pragas urbanas se espalhem.

Por isso, o ideal é que cada um faça a sua parte. Algumas ações simples e que podem ter um efeito muito benéfico incluem:

  • acomodação do lixo em recipientes fechados e adequados ao seu conteúdo;
  • vedação de caixas d’água ou qualquer outro reservatório que contenha água parada, seja nas nossas casas ou no nosso entorno;
  • realização de dedetizações periódicas para o controle de pragas;
  • varrimento de calçada.

Quais são as ações que devem ser tomadas dentro de nossas casas?

Alguns hábitos de higiene e organização de casa são imprescindíveis para evitar o aparecimento de doenças ou outros riscos para os membro da família. Alguns deles devem ser feitos diariamente e outros com menor frequência. Mostramos a seguir algumas ações importantes.

Ações diárias

Fazer a arrumação de camas, retirar poeira da mobília, varrer os ambientes, trocar os lixinhos da cozinha e banheiro e lavar a louça são algumas ações que devem ser feitas diariamente ou, pelo menos, a cada dois dias.

Ações que precisam ser realizadas pelo menos uma vez por semana

Fazer uma faxina completa nos banheiros e cozinha, lavar e passar roupas e trocar lençóis, fronhas e cobertores são hábitos que devem ser feitos no mínimo a cada sete dias.

Ações que devem ser feitas semestralmente ou anualmente

Algumas práticas de higiene não precisam ser realizadas com tanta frequência. Exemplos são: limpeza de cortinas, tapetes, sofás e colchões, higienização de filtro de ar condicionado, limpeza da piscina etc.

Como visto, o conceito de higiene ambiental é algo muito mais coletivo do que individual, pois os benefícios podem envolver toda uma comunidade. Com ações simples e regulares, você consegue manter uma boa higiene ambiental e melhorar a qualidade de vida da sua família.

E então, gostou do artigo? Aproveite a visita e entenda mais sobre sustentabilidade e a sua importância para a nossa sociedade!

Sua opinião é muito importante!

Comentários