Finanças do casal: saiba como se organizar após o casamento

Tão deliciosa quanto desafiadora: assim pode ser resumida a vida a 2. É isso mesmo! Juntar as escovas de dentes obviamente tem seus prazeres, mas também apresenta dificuldades, viu? E um dos maiores desafios de ser casado ou de morar junto está em aprender a lidar com as finanças do casal. A boa notícia é que, adotando as medidas adequadas, dá perfeitamente para equilibrar as contas e evitar que tudo termine na terapia.

Quer aprender a organizar a vida financeira sem que isso comprometa a rotina da casa e ameace o romance? Então confira nossas dicas a seguir e se prepare para colocar as finanças do casal na mais perfeita ordem!

Evite endividamentos muito longos

Essa dica é válida até mesmo para antes do casamento: o casal deve tomar cuidado com compras grandes e parceladas — como o pagamento dos fornecedores do casório, a montagem do enxoval, as despesas com a lua de mel e assim por diante.

O ideal é assumir parcelas que realmente caibam no orçamento dos pombinhos, além de evitar que esses compromissos façam com que a vida de casados já comece cheia de dívidas. E redobre a atenção se a casa de vocês for alugada ou financiada, ok?

Converse sobre as finanças

Entenda de uma vez por todas: falar de dinheiro não deve ser um tabu para os casais. A intimidade e a liberdade para conversar sobre diversos assuntos (inclusive finanças) precisa existir entre vocês.

Essa transparência é essencial uma vez que esconder informações importantes ou deixar de conversar sobre as contas pode refletir negativamente na relação. Os cônjuges têm, portanto, que estar dispostos a abrir o jogo com sinceridade máxima. Assim fica bem mais fácil cuidar direitinho da vida financeira do casal!

Planeje proporcionalmente o orçamento

Mais do que uma junção de pessoas, o casamento é uma união de propósitos e responsabilidades. Com isso em mente, ambos devem contribuir para a manutenção de uma vida financeira saudável e equilibrada.

Uma boa maneira de transformar essa teoria em prática é compartilhando as despesas físicas, dividindo o pagamento de acordo com o salário de cada um. Lembre-se de que, proporcionalmente, quem ganha mais pode investir mais.

Crie metas em conjunto

Mesmo depois do casamento, cada pessoa continua tendo objetivos, desejos e sonhos pessoais. E a manutenção da individualidade é extremamente positiva até para o relacionamento, sabia?

Contudo, isso definitivamente não a impede a criação de metas de economia em conjunto. Com sua cara-metade, estabeleça prazos para as conquistas, planeje viagens, aquisições e outras experiências a 2. Trace estratégias conjuntas para poupar dinheiro e, se possível, vale até abrir uma conta compartilhada para essas finalidades.

Economize sem comprometer a qualidade de vida

Tudo bem que economizar é importante, mas você não deve fazer disso o centro da vida do casal! Poupe dinheiro no dia a dia, evite desperdícios de água e luz, mantenha as contas sob controle, planeje as compras para abastecer a casa e opte por produtos de bom rendimento.

O segredo está em fazer tudo isso com leveza e naturalidade, sem deixar a preocupação com o dinheiro falar mais alto, a ponto de o lazer ser abandonado. Permita-se passear, conhecer lugares novos, promover jantares românticos em casa, assistir a um filme… É crucial dedicar tempo a vocês, à relação.

Tenha uma reserva de segurança

Por mais organizado que seja o casal, imprevistos sempre podem acontecer. Como você certamente não quer ser pego desprevenido caso algo inesperado aconteça, é melhor se preparar, não concorda?

Para lidar com qualquer emergência ou problema que o casal não previu, uma dica certeira é manter uma reserva financeira. Independentemente se a economia for mantida na poupança ou em qualquer outro fundo de investimento, o importante é ter uma sobrinha para não passar aperto mais tarde.

E então, gostou das nossas sugestões? O que você costuma fazer para manter a vida financeira do casal em ordem? Compartilhe suas experiências conosco!

 

Sua opinião é muito importante!

Comentários