Qual a diferença entre cloro e água sanitária?

Não consegue escolher entre o cloro e a água sanitária na hora de limpar a casa? Continue a leitura e descubra como acabar com essa dúvida!

Chegou a hora de comprar os produtos de limpeza. Você está entre as prateleiras do supermercado e com dúvidas sobre qual escolher. São vários questionamentos, e um deles é: “afinal, qual é a diferença entre cloro e água sanitária?”. Se identificou com essa situação?

Muitas pessoas usam esses produtos, mas poucas sabem por que os utilizam e a diferença entre ambos. Isso pode levar ao seu mau uso, o que, além de alterar a qualidade da limpeza, nos deixa vulneráveis a agentes nocivos.

Quer entender a diferença entre cloro e água sanitária e ficar livre desses riscos? Então, continue a leitura!

Quais são as principais diferenças entre o cloro e a água sanitária?

Embora os produtos apresentem algumas similaridades, existe diferença entre cloro e água sanitária. Entre elas, a composição de ativos, a forma de utilização, a função e o manuseio. Sendo assim, como cada momento da limpeza tem suas particularidades, é necessário utilizar um produto específico.

Composição de ativos

O cloro é resultado do cloreto de sódio (sal) decomposto por eletricidade, ação chamada de eletrólise, a qual implica em uma substância gasosa. Após ser comprimida em baixa temperatura, transforma-se no liquido de cor âmbar que conhecemos.

Já a água sanitária é essencialmente uma mistura de água e cloro, o qual compõe 2,5% da solução.

Utilização

Cloro

A utilização do cloro vai muito além da limpeza. Umas das suas principais funções é exercida no tratamento da água, impedindo a proliferação de bactérias e protozoários ao torná-los compostos orgânicos inativos.

Por esse motivo ele é muito utilizado no tratamento de piscinas. Mas atenção, nunca tente utilizar cloro em casa para tornar a água potável já que, para não causar danos à saúde, sua concentração deve ser de até 0,0002%.

O produto também é utilizado como matéria-prima em outros segmentos, como no branqueamento de celulose e na fabricação de PVC.

Água sanitária

A água sanitária, por se tratar de cloro diluído em água, tem como principais funções o branqueamento, a desinfecção e a limpeza. Ela é também uma grande aliada no combate a doenças transmitidas por mosquitos (dengue, febre amarela), já que 2 ml para cada litro de água são capazes de eliminar ovos e larvas.

Aplicação na limpeza

Pela sua alta ação desinfetante e oxidante, o cloro remove sujeiras resistentes de diversas superfícies, como manchas causadas por mofo e limo, e gorduras acumuladas em azulejos de cozinha. Uma pequena quantidade desse produto já é o suficiente matar diversas bactérias e deixar o ambiente esterilizado.

A água sanitária, mesmo sendo diluída, também tem alto poder germicida. Essa característica a torna ideal para a lavagem de vegetais, limpeza de banheiros e higienização de caixas d’água. Ela também pode ser utilizada como clarificante, removendo manchas de roupa branca, por exemplo.

Restrições de utilização

Quando utilizamos o cloro na limpeza, é essencial ter cuidado para não danificar superfícies e objetos. Esse produto não deve ser aplicado sobre madeira, aço inox, papel de parede e superfícies pintadas ou envernizadas. Caso você tenha dúvidas, faça um teste em uma área pequena e escondida do local que deseja higienizar.

Já a água sanitária, mesmo tendo menor concentração de cloro, pode reagir com compostos de origem orgânica e ácidos, causando intoxicação proveniente do gás liberado. Sendo assim, tenha atenção ao tempo de exposição aos vegetais e utilize dosagem baixa.

Armazenamento

As orientações para o armazenamento são essencialmente as mesmas de outros produtos químicos de limpeza. Tanto o cloro quanto a água sanitária devem ser armazenados ao abrigo do sol, distantes de fontes de calor e em local arejado.

Também vale lembrar que os produtos devem ficar longe do alcance de crianças e de animais domésticos, já que se ingeridos podem causar intoxicações e envenenamentos.

Manuseio

A diferença entre cloro e água sanitária não impede que o segundo produto, menos concentrado, seja nocivo à saúde. Do mesmo modo que ao utilizar qualquer componente químico, é imprescindível o uso de luvas de borracha. Também deve-se manter o ambiente arejado no momento da faxina, deixando portas e janelas abertas.

Qualquer produto que tenha cloro em sua composição pode causar queimaduras na pele, ardência ou lesão nos olhos. Isso porque se trata de um componente oxidante, com ação corrosiva. Sendo assim, evite qualquer contato direto com a pele e olhos, e tome cuidado para não derramar em suas roupas, que certamente serão danificadas.

Ao utilizar esses produtos na higienização da sua casa, jamais misture com outros componentes, principalmente com aqueles que contêm amônia. Quando as substâncias entrarem em contato, libera-se um subproduto chamado de cloramina, o qual consiste em gases que podem provocar reações, como coceira e ardência nos olhos.

O que é e para que serve o hipoclorito de sódio?

Você também já deve ter ouvido falar do hipoclorito de sódio, que também tem poder desinfetante. Esse químico é adquirido por meio da reação do cloro com uma solução dissolvida de soda cáustica, aquosa e alcalina, que contém entre 10% e 13% de cloro ativo.

Esse produto serve para purificar a água e destiná-la ao consumo humano, fazendo com que ela se torne própria para beber, cozinhar, lavar vegetais, fazer limpezas e tomar banho. Tudo isso reduz a chance de contaminação por vírus, parasitas e bactérias, causadores de inúmeras doenças.

O hipoclorito de sódio, em alta concentração, só está disponível para o setor industrial, que o utiliza, por exemplo, para a fabricação de águas sanitárias. Essa é a única forma como o produto chega ao consumidor doméstico. 

Depois de ler este conteúdo, você provavelmente já sabe a diferença entre cloro e água sanitária e, conhecendo a especialidade de cada um, não ficará mais na dúvida no momento das compras. Basta saber exatamente o que você vai higienizar e quanto o local está infectado.

Por exemplo, você pode escolher o UAU Cloro Ativo Squeeze Ação 4 em 1 para limpar, branquear, desinfetar e remover limo ou o UAU Cloro Ativo Lavanda Ação 5 em 1, que promove todas as ações anteriores e ainda deixa um delicioso aroma de lavanda. Ambos os produtos são excelentes para matar germes e bactérias, assim como remover manchas de limo e mofo.

Que tal permitir que seus amigos também entendam a diferença entre cloro e água sanitária e utilizem os produtos com segurança? Compartilhe este post em suas redes sociais!

Sua opinião é muito importante!

Comentários