Confira 4 dicas práticas de como reciclar o lixo da sua casa

O excesso de lixo produzido pela população é um problema pelos mais diversos motivos, desde poluição a riscos de enchentes, passando pelo sempre indesejado desperdício. Mas como podemos repensar o lixo que produzimos e, assim, contribuir para a preservação e o respeito ao meio ambiente, bem como para uma economia mais sustentável?

A boa notícia é que cada um de nós tem a habilidade de fazer isso, já que saber como reciclar o lixo é uma tarefa muito simples e prática. Acredite: por meio de pequenos gestos, você já consegue contribuir imensamente para a natureza e para a sustentabilidade do planeta. Quer saber como? Continue a leitura e transforme esses hábitos em parte do seu dia a dia!

1. Separe o lixo orgânico do restante

Essa dica pode parecer óbvia, mas é fato: se todo mundo a seguisse, a reciclagem seria um movimento muito mais forte no país. O que você tem que entender desde já é que simplesmente separar o lixo orgânico dos demais tipos de itens jogados fora faz com que tudo o que possa ser reciclado seja aproveitado ao máximo.

Pensando nisso, providencie logo uma lixeira separada e comece a separar o que pode e o que não pode ser reciclado. De maneira geral, plástico, metal, vidro e papel são os materiais recicláveis. Quando jogá-los fora, o ideal é que os limpe bem.

2. Reaproveite sacolas e garrafas plásticas

Estamos cansados de saber dos perigos do uso excessivo de plástico e dos riscos que esse material representa quando descartado sem cuidado na natureza, certo? Mas a verdade é que as sacolas e as garrafas plásticas ainda são altamente usadas no nosso dia a dia. A solução, então, é reaproveitá-las!

As sacolas podem armazenar lixo, servir para guardar pertences na casa e até mesmo para carregar novas compras no supermercado — lembrando, no entanto, que é melhor dar preferência para as sacolas reutilizáveis.

Enquanto isso, as garrafas PET podem voltar para a geladeira com água, sucos ou outras bebidas. Outra excelente ideia é soltar a criatividade, transformando-as em vasinhos para plantas, em porta-trecos para guardar pequenos objetos, em bebedouros para passarinhos, em suportes para hortas e muito mais. Sabia que, na reciclagem, as garrafas usadas dão origem a vassouras e até mesmo a roupas?

3. Cheque os materiais que podem ser reciclados

Um dos maiores obstáculos para a reciclagem é a falta de informação. Muitas vezes, acabamos desperdiçando materiais simplesmente por não sabermos como reciclar o lixo ou sequer fazermos ideia de que ele poderia ser reutilizado ou reciclado. O óleo de cozinha, por exemplo, pode ser reciclado depois do uso. Então que tal armazená-lo? Para a reciclagem do papel, não rasgue ou amasse as folhas. Dessa forma, você preserva as fibras do material, facilitando a reciclagem.

Sempre que tiver dúvidas, pesquise sobre o item em questão para ver se ele pode ou não ser reciclado e qual é a melhor maneira de proceder com ele — como ele deve ser recolhido e onde há centros de reciclagem, por exemplo. Evite o desperdício causado pela falta de informação!

4. Repense seus hábitos de consumo

Essa tática não diz respeito necessariamente à reciclagem, mas saiba: ela é capaz de contribuir (e muito) para ajudar o meio ambiente, diminuindo assim a quantidade de lixo produzido.

Pense bem: muito do que jogamos fora é por puro descuido ou pelo excesso na hora das compras, não é mesmo? Comidas que estragaram ou que sobraram no prato, produtos de que não gostamos e que foram para o lixo em quase perfeito estado… Ao repensar seus hábitos de consumo, você adota um estilo de vida mais leve e sustentável.

Agora que você já sabe como reciclar o lixo, está pronto para adotar esses hábitos na sua vida e contribuir para a preservação do meio ambiente. Antes, porém, aproveite para ler também sobre como ter uma casa sustentável e descubra outras excelentes práticas para adotar!

Sua opinião é muito importante!

Comentários