Existe diferença entre blindagem e impermeabilização de tecidos?

Quem nunca sentiu um frio na barriga só de ver a visita balançar a taça de vinho ou ao ver os filhos comendo pipoca em cima do sofá? A conservação de estofados não é simples, já que eles estão o tempo todo expostos a acidentes com líquidos e substâncias gordurosas, podendo causar manchas definitivas. Além disso, umidade e animais domésticos também podem causar grandes estragos no tecido.

Existem atualmente no mercado práticas para proteger e conservar o estofado, como a blindagem e impermeabilização. Além da função protetiva, reduzem à exposição a poeiras e ácaros, aumentando a vida útil da peça. Mas afinal, o que difere as duas técnicas?

Como funciona a blindagem?

A blindagem é um termo que apareceu recentemente no mercado de prestação de serviços de higienização de estofados. Trata-se de uma barreira protetora que impede a absorção de líquidos, ácaros, fungos e facilita a limpeza, aumentando o tempo de conservação e a qualidade original do tecido.

Esse método pode ser usado na superfície de diversos mobiliários, como sofás, poltronas e colchões. Assim, quando algo for derramado no tecido, não será absorvido e poderá ser limpo apenas com um papel toalha.

O que é a impermeabilização?

impermeabilização consiste em cobrir as tramas de fios e poros da superfície dos tecidos com substâncias que evitam a passagem de líquidos, gorduras e poeiras para os componentes abaixo do estofado, evitando que o ambiente se torne propício à proliferação de fungos e ácaros, os principais responsáveis por doenças respiratórias que podem afetar sua família.

Essas substâncias aplicadas criam uma camada protetora, evitando que elementos indesejados sejam absorvidos pelo estofado, o que facilita a limpeza cotidiana. Você pode realizar a higienização com apenas um pano úmido, prevenindo que resíduos se aglomerem, estendendo a durabilidade do seu estofado e evitando manchas.

Quais são as principais diferenças entre blindagem e impermeabilização?

Na verdade, a diferença entre os dois processos não é grande, por mais que as empresas utilizem termos diferentes. Você escolhendo tanto a impermeabilização quanto a blindagem, os benefícios serão os mesmos. Ou seja, seu mobiliário estará resguardado de qualquer substância que cair na superfície.

A expressão blindagem, porém, causa impressão de valorização do serviço durante a venda aos consumidores, o que não passa de uma estratégia utilizada para encarecer o preço. Informe-se sobre a empresa antes de contratar esse processo, para não gastar mais do que o necessário.

Vale lembrar também que a aplicação deve durar entre 6 meses e um ano. Além disso, é importante que esse tipo de serviço seja prestado apenas por profissionais especializados, já que são necessários aparelhos específicos, que demandam capacitação.

Por último, tenha atenção ao produto utilizado durante a blindagem e impermeabilização. Uma escolha errada pode danificar seu estofado, já que cada revestimento tem suas especificações. Produtos tóxicos também podem causar reações nos usuários. O ideal é que o profissional trabalhe com componentes que evitem ao máximo alergias.

Esclarecemos suas dúvidas? Se gostou do conteúdo, assine nossa newsletter e receba outras dicas em sua caixa de entrada! ​

Sua opinião é muito importante!

Comentários