Se há crianças pequenas entre os moradores, manter a casa limpa e organizada acaba se tornando um desafio. Quando os filhos são apenas bebês, falta tempo para os pais colocarem a residência em ordem. Depois que crescem, chega a hora da bagunça, que se instaura e se vai espalhando. Nessa fase, os brinquedos que antes costumavam se limitar ao quarto agora tomam conta de todos os ambientes da casa, surgem marcas de mãos na parede, restos de alimentos no sofá e vestígios de tinta passam a fazer parte da decoração.

A boa notícia é que, ao adotar alguns hábitos bem simples, é mais que possível assegurar a manutenção da limpeza doméstica mesmo com crianças dentro de casa. Quer ver que hábitos milagrosos são esses? Então acompanhe nosso post de hoje!

1. Dê exemplo no dia a dia

É fato: as crianças aprendem mais com as atitudes dos pais do que com qualquer discurso. Assim, se deseja formar crianças organizadas e colaborativas, seja você mesmo uma pessoa com esse perfil! Crie o hábito de manter suas coisas em ordem, jogue o lixo na lixeira, arrume sua cama pela manhã, coma sempre à mesa e limpe sua própria bagunça.

Pode acreditar: ao dar um bom exemplo, são grandes as chances de seu filho se espelhar em você, replicando suas ações. Afinal de contas, não adianta pedir para que o pequeno não bagunce, não faça isso ou faça aquilo se você mesmo não contribui para que a casa fique limpa e arrumada!

2. Crie uma cultura de organização

Para impedir a bagunça generalizada, o ideal é criar uma cultura de organização em casa. Com esse propósito, estipule lugares específicos para guardar os objetos, determine regras de limpeza e incentive hábitos saudáveis entre os moradores, desde o caçulinha ao vovô.

Nesse caso, algumas normas que simplesmente não podem faltar são as clássicas: se sujar, limpe; se quebrar, conserte; se tirar do lugar, devolva após o uso. No entanto, vale lembrar que as regras devem ser flexibilizadas de acordo com a faixa etária dos ajudantes, viu? Mantenha o equilíbrio, nem pedindo demais ou exigindo menos.

3. Estipule um local para comer

Seu filho sempre come sentado no sofá, assistindo televisão? Pois é bem possível que essa seja a principal razão da dificuldade de manter a sala limpa! Para evitar farelos e respingos no estofado, no chão e no tapete, que tal simplesmente migrar as refeições do pequeno para outro lugar?

Passe a usar a bancada da cozinha, a mesa da sala de jantar ou até mesmo um cantinho mais reservado da sala. Acredite: essa mudança simples já vai ajudar (e muito) a diminuir a bagunça e a sujeira.

4. Evite os excessos

É praticamente impossível ter uma casa limpa e organizada quando objetos são acumulados. Então anote aí: para limpar e organizar direitinho, é preciso desapegar! Assim o imóvel fica muito mais leve, assim como sua vida!

Nesse sentido, uma boa pedida é periodicamente doar o que você não usa mais, de roupas a brinquedos. Se possível, separe com seus filhos os itens para doação, aproveitando para falar sobre a importância de presentear outras pessoas com objetos que, no passado, foram tão úteis para sua família!

5. Envolva as crianças nas tarefas

Uma das melhores maneiras de manter a casa limpa e arrumada é envolver os filhos no cumprimento das tarefas domésticas. Assim, ainda que de maneira simbólica, compartilhe as responsabilidades com eles!

Como já mencionamos rapidamente acima, as atividades devem ser estipuladas de acordo com a idade. Os menores podem guardar os próprios brinquedos e, à medida que forem crescendo, podem começar a levar os pratos e copos para a pia, arrumar a própria cama, organizar os materiais escolares e assim por diante.

6. Premie a contribuição

Não se trata de pagar pela contribuição dos pequenos, mas sim de agradecer pelo auxílio, ao mesmo tempo estimulando os filhos a continuarem ajudando. É bom que eles compreendam que, quando a casa está limpa e organizada, todos ganham nos quesitos bem-estar e qualidade de vida!

Por isso, quando organizarem o próprio quarto, regarem as plantas ou ajudarem os pais a varrer o quintal, faça questão de elogiar, reforçando o bom trabalho e oferecendo prêmios. Lembrando que essas recompensas não necessariamente precisam ser bônus na mesada. Você pode combinar um cinema no final de semana ou liberar o videogame por mais algumas horas na sexta-feira, por exemplo.

E aí, gostou das nossas dicas? Conhece outros hábitos que podem fazer a diferença na hora de manter a casa limpa com a ajuda das crianças? Comente aqui e nos conte!

O post 6 hábitos que ajudam as crianças a manter a casa limpa apareceu primeiro em UAU blog.